BUSCA

/NOTÍCIAS

11/08/2015 - Conferência traça 10 anos de política para a Assistência Social de Reserva

Usuários do Sistema Único de Assistência Social participam do encontro e dão sugestões de melhorias


A Secretaria de Assistência Social do município de Reserva, atendendo à exigência do Governo Federal, organizou a X Conferência Municipal, que este ano teve como tema “Consolidar o SUAS de vez rumo a 2026”. A Conferência foi organizada com o objetivo de avaliar os trabalhos que vêm sendo realizados no município e também com a missão de propor as novas diretrizes e políticas que vão embasar as próximas administrações.


Depois que foi implantado o SUAS – Sistema Único de Assistência Social – em todo o país, todos os municípios devem seguir normas padronizadas e cumprir metas na área da Assistência para que as políticas de atendimento sejam garantidas independentemente da troca de prefeitos.


O prefeito de Reserva, Luiz Carlos Vosniak, esteve presente no evento, assim como os secretários municipais de Assistência Social, Educação, Saúde, Meio Ambiente e Agricultura. Também participaram da conferência representantes da Regional da Secretaria de Estado da Família, APAE, Casa Familiar Rural, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Associação de Moradores das Campinas Belas, Associação de Moradores da Vila Martins, Associação Lar dos Idosos e do Grupo da Terceira Idade.


Além das autoridades e das organizações civis, usuários do SUAS, pessoas atendidas pelo sistema, também compareceram ao evento e tiveram voz importante nas discussões. “O mais importante dessa conferência foi trazer um número expressivo de usuários para participar e contribuir ativamente nas propostas. A política fica mais participativa”, ressaltou a assistente social Telma Viana da Cruz.


Eliana foi uma dessas participantes. Ela passou a conhecer melhor o trabalho da Assistência Social de Reserva depois de ser contemplada com uma casa do Programa Minha Casa Minha Vida. “A partir do momento em que a gente começa a conhecer e entender o trabalho, muita coisa começa a mudar. Muita vida começa a mudar. A gente pode ter voz ativa, a gente pode falar e começar a correr atrás dos nossos direitos”, explicou a cabeleireira Eliana Aparecida da Silva, que mobilizou a vizinhança para participar das discussões.


Durante dos debates, foram apontadas as dificuldades e pontos que precisam ser melhorados da política em Reserva e também foram sugeridas melhorias.


A falta de funcionários técnicos e de integração entre as secretarias municipais foi a principal dificuldade levantada. As instituições civis que ajudam na rede da assistência social também ressaltaram que há muita dificuldade técnica para se adequar às exigências contábeis e de documentação de cadastramento no SUAS.


"Houve um avanço na garantia dos direitos dos usuários nos últimos anos e agora é necessário garantir melhorias e uma estrutura adequada de atendimento. A maior dificuldade é com recursos humanos e isso precisa avançar", frisou o Secretário de Assistência Social, Faustino Pereira Filho.


Como estratégias para melhorar o atendimento social em Reserva foram sugeridas: contratação de mais funcionários, integração entre as secretarias e entre Município, Estado e União e participação do Poder Judiciário e do Ministério Público para agilizar o atendimento e garantir que o SUAS seja cumprido no município.


As propostas serão encaminhadas para a Assembleia Regional, que deve acontecer até outubro. Durante a X Conferência também foi eleito o novo Conselho Municipal de Assistência Social de Reserva.

/MAIS NOTÍCIAS

desenvolvido por: OKEYWEB

Avenida Coronel Rogério Borba, 741

CEP: 84320-000 - Centro - Reserva - Paraná - Brasil

Telefone/Fax: (42) 3276-8300

Login